bg-bio3

SAMUEL QUINTO

Nasceu em Belém-PA, em 1973. É pianista, maestro, compositor, arranjador, produtor, educador e escritor.

Publica o primeiro álbum de jazz latino gravado e editado em Portugal – “Latin Jazz Thrill” em 2007, com formação em trio apresentando-se em vários festivais e concertos nos anos de 2007 e 2008 e realiza sua primeira turnê europeia.

“Salsa ‘n Jazz”, contendo oito composições originais de Samuel Quinto é lançado em 2009 com uma nova turnê, que passou pela Bélgica, Alemanha, Portugal, Espanha, França, Luxemburgo, Holanda e Inglaterra.

No final de 2009, fundou o primeiro curso de Jazz Latino na Escola Jazz ao Norte, no Porto, além de ser convidado para ser o diretor artístico de um dos mais tradicionais Jazz Clubs portugueses, B-flat.

Samuel tem sido ainda convidado para dirigir Workshops na área do Jazz, Jazz Latino, Composição e Arranjo quer no Brasil, quer na Europa.

Mas seu talento musical não se resume apenas ao Jazz.

Sua primeira composição sinfônica, foi a Sinfonia nº1 em Lá Bemol Maior “Pascha Aeternam” a qual está fundamentada para Orquestra, Coro e solistas, essa possui ênfase na Páscoa.

Escreveu o Oratório de Natal para Coro e Orquestra sinfônica; a Sinfonia nº2 em Dó Menor, intitulada “Sinfonia Levemente Bela”; o Moteto Angelical; Quartetos de cordas; Ópera Sansão e Dalila(inacabada); minuetos, prelúdios dentre outros.

Em 2013, adaptou a Sinfonia nº1 para o formato de ópera. A estreia da Ópera Pascha Aeternam contou em sua estruturação com teatro, ballet clássico e moderno, coro e solistas, e foi apresentada na Segunda Igreja Batista em Mossoró, bem como no Teatro Municipal Dix-Huit Rosado para um público estimado de mais de 1.500 pessoas, recebendo ótimas críticas em jornais do estado do RN.

Em 2015 passa a ser o mais novo pianista representante da marca de pianos Fritz Dobbert, com um concerto de estreia no Teatro Gazeta em São Paulo e gravação do DVD Latin Jazz Piano Solo.

Foi convidado para ser editor da All About Jazz (EUA) na categoria Jazz Latino.

Lança o seu primeiro livro chamado “Improvisar é muito fácil!” pela Chiado Editora de Portugal.

Sociedades, Federações, Academias e Títulos

Samuel Quinto é membro da International Council of Traditional Music (ICTM) que é uma organização não governamental relacionada formalmente com a Unesco; membro do American Council of Piano Performers; membro sênior da National Federation of Music Clubs que é única organização de música membro da Organização das Nações Unidas – ONU.

Concerto com trio em Altes Pfandhaus – Koln – Alemanha

Foi convidado a ser o primeiro estrangeiro membro da Federação de Música do estado da Pennsylvania (PFMC) nos EUA.

Foi eleito Fellow of the Royal Society of Arts – Londres, sendo o único artista brasileiro a receber esta honraria até o presente momento.

Recebe o título de Comendador pela Sociedade Brasileira de Artes, Cultura e Ensino e a Medalha do Mérito Cultural Maestro Carlos Gomes.

Recebe a Medalha Cinquentenário das Forças de Paz da ONU no Brasil.

Torna-se Acadêmico Efetivo da Academia Internacional de Artes, Letras e Ciências – ALPAS 21.

Foi convidado a ser Presidente da Academia de Letras do Brasil – ALB/SP – pela qual recebe o título de Phi – Filósofo Imortal, que é o desígnio do título supra ‘Doutor em Filosofia Univérsica’ como a mais alta honraria da ALB.

Recebe a Cruz do Mérito Acadêmico e Profissional pela Câmara Brasileira de Cultura no grau honorífico de Acadêmico Comendador, a medalha Comendador Embaixador Cultural pela Academia William Shakespeare e o Troféu Castro Alves.

Também recebe o título de membro de honra da Divine Académie Française des Arts, Lettres et Culture em Paris.